Notícias

Como será o novo Shopping Lajeado

30/08/2012

O projeto de revitalização conta com mais lojas, cinema e hotel.

 

Shopping Lajeado - M.grupo

 

Após adquirir 70% das ações do shopping Lajeado o M.Grupo iniciou uma série de reformas e adequações no shopping. O projeto consiste em aumentar o número de lojas e criar mais salas de cinema, expandindo assim a oferta de produtos e serviços para os frequentadores do centro comercial.

Nesta quinta-feira o presidente do grupo, Lorival Rodrigues apresentou o projeto de renovação do local, para o empresário paulista o local não estava explorando bem seu potencial de venda, essa conclusão foi dada através da pesquisa sobre o comportamento dos clientes.

Estudos demonstraram que circulam, em média, diariamente 30 mil carros na BR-386, rodovia que fica em frente ao shopping. A ideia do empresário paulista é atrair esse fluxo de pessoas para o Lajeado, oferecer não somente uma parada para refeição, como muitas pessoas fazem, mas também novas opções de compras e lazer.

 

Praça de alimentação e o McDonald’s

Todo o formato será reestruturado. Rodrigues ressaltou que há tratativas com uma grande rede de fast food. Sem citar o nome, deixou implícita a negociação com o McDonald’s ao brincar: “As famílias poderão aproveitar aquele lanche feliz.”

Quanto à nova estrutura da praça de alimentação, afirma que no fim de setembro, o local terá outro aspecto. O modelo de salão será modificado para um espaço de convivência, com novos móveis, propício para o convívio entre os consumidores.

 

Reformulação, hotel e edifício-garagem

O projeto é remodelar as estruturas externa e interna. Nas áreas próximas, projetam um hotel para daqui a 18 meses. O estacionamento também terá modificações. Rodrigues avalia que a saída e o tráfego no subsolo são confusos, com muitas curvas.

No local onde funcionava uma lavagem de carros, pretendem construir um edifício-garagem. Rodrigues reforça que algumas adequações começam nas próximas semanas.

Condiciona ao andamento das aprovações dos projetos pela administração municipal e a demanda dos clientes. Garante que o Shopping Lajeado não fecha durante as melhorias.

 

20 a 30 novas lojas

O superintendente do shopping, Edilson Oliveira assumiu o cargo nessa semana. Afirma que há negociação com grandes marcas nacionais, mas não divulgou os nomes. “Cada empresa tem sua maneira de entrar no mercado. Eles avaliam as estratégias de marketing e anunciarão no devido momento, quando estiver tudo acertado.”

Conta que nos próximos meses serão abertos de 20 a 30 novos estabelecimentos, entre confecções, lojas de artigos esportivos e serviços. Para isso, avaliam adequações nos andares superiores e o melhor aproveitamento dos espaços.

Estimam que hoje o aproveitamento das áreas esteja em torno de 45%. Trabalham com a expectativa de ultrapassar os 80% na área interna.

O diretor-presidente reforçou que o grtupo não pretende tirar os estabelecimentos existentes. “Shopping não fecha loja. Quem fecha é o consumidor.”

 

Cinema com 3D

Em reunião com os administradores do cinema, Rodrigues ressalta os planos para melhorar o espaço. Diz que antes do encontro, planejavam mudar de empresa. “Fiquei surpreso com as idéias do proprietário.”

Avalia que as melhorias vão ao encontro das necessidades para o shopping. Entre os planos, a instalação de uma sala de projeção em 3D e a reformulação das existentes.

Todas as poltronas serão modificadas, junto com melhorias nas projeções, que possivelmente deixarão de ser em filme para serem digitais, com áudio de melhor qualidade. “Vamos oferecer a mesma qualidade dos cinemas da capital e de Caxias.”

As obras começam em outubro. A previsão é que em cinco meses as novas salas estejam em uso.

 

O grupo

Cinco organizações fazem parte do M.Grupo, em segmentos distintos no mercado. A empresa tem origem em São Paulo e hoje conta com filial em Porto Alegre. As áreas de atuação aglutinam construção de hotéis. Hoje três empreendimentos estão em andamento no estado. Dois em Porto Alegre e um em Gravataí.

As outras são a M.Inc, de empreendimentos residenciais e comerciais. A M.Invest, proprietária de shoppings. Também atuam na área de marketing e comunicação, com a M.Com. Outra empresa do grupo é a Star Air, que oferece serviços de taxi aéreo.